Por Mariane Rossi, G1 Santos

09/04/2021

Com um sabor intenso, o pimentão é um alimento muito utilizado na culinária mundial. Na cozinha, ele pode ser inserido cru na salada, ser cozido, assado e refogado. Com diversas cores diferentes, além de dar sabor, trazem mais cor e vida à diversos pratos.

O chef de cozinha Carlos Gustavo Yoda, do Tábua Caiçara e do Eventos Dona Neide, mostrou os tipos de pimentões ao G1 e explicou como deixá-los menos indigestos. Além disso, ele ensinou a fazer um pimentão recheado e a preparar a sardela, um antepasto de sabor forte e saboroso a base de pimentões. As duas receitas são bem fáceis e ficam perfeitas para servir em um happy hour.

Quais os tipos de pimentões?
Os pimentões mais comuns são o verde, amarelo e o vermelho.

“Mas, tem diversas cores como roxo, laranja, com outros formatos. Uns que tem a carne mais fina e adocicados. Tem os mini pimentões também”, comenta o chef.

Qual a diferença entre os pimentões?
Pimentão vermelho: suave e adocicado, menos indigesto
Pimentão amarelo: suave e levemente adocicado, menos indigesto
Pimentão verde: mais barato, tem um sabor mais forte e azedo, mais indigesto.

Como escolher o pimentão no mercado?
O chef recomenda escolher os pimentões com cores bem vivas. A pele do pimentão também deve estar lisa e sem pontos escuros.

Como higienizar os pimentões em casa?
O chef recomenda deixar em solução clorada por cerca de 20 minutos e lavar em água corrente.

Como deixar o pimentão menos indigesto?
Uma boa dica é retirar a pele e a parte branca, bem como as sementes. Para quem apresenta algum desconforto, o chef recomenda evitar o pimentão verde, que é o mais indigesto.

“Eu recomendo utilizar o pimentão amarelo e o vermelho porque são mais suaves e adocicados. Além disso, o preparo no cozimento, assando ou refogado, diminuiu bastante essa sensação”, orienta.

Como preparar o pimentão em casa?
O pimentão, segundo o chef, pode ser adicionado cru em uma salada, pode ser assado e recheado e até refogado com carnes, por exemplo.

Como fazer antepasto com pimentão?
O chef sugere uma sardela, feita com pimentão vermelho. Confira a receita do chef Gustavo Yoda.

Ingredientes

2 kg pimentões
6 dentes de alho
200 gramas de sardinha anchovada
200 ml de azeite
2 folhas de louro
páprica defumada
1 pimenta dedo de moça sem semente
sal a gosto
Modo de preparo: Higienize os pimentões, remova as sementes e as fibras esbranquiçadas. Triture no mixer ou processador os pimentões, o alho, o aliche e a metade do azeite. Na mistura, acrescente a páprica e as folhas de louro. Leve para cozinhar por cerca de 90 minutos, em fogo baixo, mexendo de vez em quando para não grudar no fundo. Acrescente o restante do azeite e acerte o sal.

“É legal você fazer bastante para compartilhar com a família, vizinhos e amigos. É ótimo para uma entradinha em um jantar. É bastante tradicional”, diz.
Sardela fica perfeita em pães e torradas — Foto: Gustavo Yoda

Como fazer pimentão recheado?
Confira a receita de mini pimentões recheados recheados, do chef Gustavo Yoda.

Ingredientes:

200 gramas de mini pimentões
100 gramas de catupiry
50 gramas de bacon em cubinhos frito
Salsinha picada a gosto
50 gramas de parmesão ralado
Modo de preparo: Higienize os pimentões e corte-os na transversal, para ficar como uma barquinha. Remova as fibras brancas e as sementes. Misture o catupiry ou outro queijo cremoso com salsinha picada e bacon em cubos frito. Recheie os pimentões e cubra com parmesão ralado. Leve ao forno para gratinar de 5 a 10 minutos.

“Você preserva todo o sabor do pimentão e a crocância dele, se assado”, comenta.

Publicado por AlmaPG

Pedir uma pizza, um hambúrguer, até uma comidinha caseira no almoço já é algo corriqueiro em nossas vidas, ainda mais durante o isolamento social causado pela pandemia da Covid-19.

Porém, existem alguns restaurantes diferentes que trabalham com delivery e você não sabia (ou não passa pela sua cabeça na hora de pedir).

Listamos SETE restaurantes que trabalham com a opção de entrega, mas estão fora do segmento convencional pizza/sanduba:

Pollo Loko

Quem lê o primeiro nome desse restaurante e lembra de Breaking Bad me segue nas redes sociais! Pollo Loko, ou Frango Louco, tem uma pegada americana de porção frango empanado, além de opções de lanches.

Grego na Cozinha

O restaurante praia-grandense favorito do Nikos Petrakis! O Grego na Cozinha traz duas receitas típicas da Grécia: gyros que, explicando de uma forma mais simples, lembra um wrap; e o ciabatta, um lanche feito com pão italiano (a culinária grega tem muita influência da Itália, Turquia e do Oriente Médio).

Senhor Porco Bar

O quanto o Pollo Loko gosta de frango, o Senhor Porco gosta de… PORCO! Nesse restaurante, tudo vai com carne de porco. Tem sanduíches, porção de costela, COXINHA de costela e até HOT ROLL.

Tapioca da Neidoca

SIM! Tapioca sim! A Tapioca da Neidoca faz um sucesso danado no bairro do Forte. O ponto de atendimento (quando liberado do lockdown) fica em frente ao COC Novo Mundo e é febre entre as mães e alunos.

Pizza Creck

Ok. A gente sabe que iríamos tratar de opções diferentes de pizza e lanches, mas o Pizza Creck não é uma pizzaria convencional. A ideia do restaurante é de pizza enrolada, quase como um rocambole. Vale a pena!

Tábua Caiçara

Pensa em uma mesa posta muito bem apresentada com uma tábua de frios e frutas no centro para dar um “tchan”. É esse o trabalho da Tábua Caiçara! Preparar um lindo arranjo de alimentos para enfeitar sua mesa em uma refeição especial!

Green Vegan

Você é vegano(a)? Aqui é o seu paraíso! Todos os produtos deste estabelecimento são veganos. Lanches, strogonoff, feijoadas, ovos de páscoa e mais.

Nas redes sociais de cada um, você pode encontrar o link para fazer o seu pedido! Conversa aqui comigo: qual desses restaurantes você conhece e qual diferentão faltou por aqui?


Publicado no Juicy Santos

Pelo segundo ano consecutivo, os aniversariantes a partir de março vão comemorar um novo ciclo em casa. 

Das artesanais até as cheias de guloseimas, dá para escolher de acordo com o que o presenteado gosta e também com o seu orçamento.

Para te ajudar nessa, nós listamos 11 opções deliciosas para você escolher e encomendar!

Cestas de café da manhã em Santos

1. Tábua Caiçara

Além das tábuas de frios, a Tábua Caiçara também tem opção de cestas de café da manhã e caixinhas presenteáveis.

juicysantos.com.br - cestas de café da manhã em santos

Entre outras coisas, as cestas incluem frutas, pães, queijos artesanais, antepastos e sucos. Ou seja, um café da manhã completo e delicioso. Dá para pedir no iFood ou direto no WhatsApp e a entrega vem bem rapidinha – ótimo para quem deixou para a última hora.
Já salva o contato na sua agenda: (13) 99643-8888 e segue no Instagram!

2. Petite Padarie

A Petite Padaria faz pães artesanais e doces.

Em outras palavras, a cesta de café da manhã tem só produtos artesanais e mega frescos. Além disso, acompanha suco e outras delícias para deixar a manhã simplesmente inesquecível – tudo de acordo com o que você desejar. É possível encomendar no Instagram.

3. La Zapa

Em resumo, Katty Bravo Zapata – responsável pela La Zapa – cozinha com o coração. E isso se ela estiver preparando um evento para 400 convidados ou então um café que será servido na cama. As caixas são focadas em itens artesanais e você pode personalizar de acordo com os gostos de quem vai receber.

É um fã de queijos? A La Zapa faz.

Gosta de doces? Também tem.

As encomendas podem ser feitas lá no Instagram 

4. Vem lá da Roça

Cesta de café da manhã mineiro? Sim! Entre outras coisas, a cesta do Vem lá da Roça pode incluir ovo caipira, pão de queijo e café coado.

juicysantos.com.br - cestas de café da manhã em santos

Se você quiser presentear alguém que ama gastronomia, é só encomendar lá no Instagram.

5. Laticínios Marcelo

Na Laticínios Marcelo, tradicional na cidade, você monta cestas com diversos perfis. Produtos importados, nuts, frutas e até vinhos para um brunch – por que não? Os pedidos podem ser feitos no WhatsApp (clique aqui)

6. Tu & o Cará

A Tu & o Cará trabalha apenas fazendo cestas e boxes. O legal é que a empresa tem parceria com vários pequenos produtores da região, ou seja, todas as cestas trazem produtos artesanais e fresquinhos.

juicysantos.com.br - cestas de café da manhã em Santos

Dá para colocar, por exemplo, um bolo da VeBel ou um brownie da Porto dos Brownies. Se você quiser, tem cerveja do Mucha Breja, geleia da Geleias da Leia ou água de coco e cocadas do Zé do Coco.

Enfim, só produtos artesanais e de pequenos produtores. Pedidos podem ser feitos no site (clique aqui).

7. Annikaike

A Annikaike trabalha há 15 anos confeccionando cestas em Santos.

Outra coisa legal é que dá para pedir a cesta individual, para o casal ou para a família toda.

Todas as opções estão disponíveis no site (clique aqui).

8. Confeitaria Ópera

Na Confeitaria Ópera, a cesta de café da manhã vem em uma caixa com as maiores delícias da confeitaria. Há várias opções de caixas e elas variam bastante. Em especial, aposte nos bolos, café, suco e os salgados da Ópera. 

juicysantos.com.br - Cestas de café da manhã em Santos

É necessário encomendar via WhatsApp (clique aqui).

9. Amor de Filha – Cestas Personalizadas

A Amor de Filha também trabalha exclusivamente com cestas. Por lá, a ideia é você montar a cesta do jeitinho que a pessoa vai gostar. Então existem infinitas possibilidades – inclusive sem açúcar, só com chocolate ou de guloseimas.

Além de Santos, também fazem entregas em São Vicente e Praia Grande. Mais informações estão disponíveis no Instagram.

10. Bendito Amore

A Bendito Amore faz itens personalizados. Então, a sua cesta pode se tornar ainda mais especial e exclusiva. Pedidos direto no Instagram.

11.Buon Giorno

A Buon Giorno serve muitas opções de cestas.

Dá para pedir com produtos mais populares, com frutas e até com flores inclusas. Além disso, uma coisa legal é que existem também opções sem açúcar, com queijos e petiscos e também para crianças.

As encomendas podem ser feitas no site (clique aqui).

Pão artesanal em Santos

Além de encomendar uma das opções de cesta de café manhã em Santos, você também pode montar um café da manhã incrível em casa.

Se optar por essa possibilidade, é só dar uma olhada na nossa matéria sobre pães artesanais. Pois a maioria dos deliveries também tem manteigas artesanais, geleias e outros itens para montar uma mesa deliciosa. Gostou da ideia? Então clique aqui e confira.

Publicado no Juicy Santos

São quase 18 horas de sexta-feira.

Na Avenida Ana Costa, o trânsito está lento e a sinfonia de buzinas deixa claro: estão todos com pressa para chegar em seus destinos. Enquanto isso, a pouquíssimos metros dali, na Rua Marechal Deodoro, o ritmo é completamente diferente. Logo começa mais uma edição do Choro de Bolso na Livraria Realejo e o público já se aproxima.

Sentados nas cadeiras ou no parklet logo à frente, em pé na calçada ou folheando um livro lá dentro, todos aguardam o início da tradicional atração. Uma das grandes responsáveis por movimentar uma das poucas livrarias de rua sobreviventes de Santos.

juicysantos.com.br - como empreendedores de Santos sobrevivem à pandemia

Era assim que todos os finais de semana começavam por ali. Música, uma cervejinha e bons livros.

E então veio a pandemia da COVID-19 em Santos

Essa parte da história você já conhece. Na segunda-feira, 16 de março de 2020, a Prefeitura de Santos (e também de todas as cidades da região) anunciou as medidas de contingência que seriam necessárias durante os próximos 15 dias.

José Luiz Tahan, livreiro da Realejo, dispensou os funcionários e deu início a uma nova modalidade de trabalho: o livreiro à domicílio.

Enquanto isso, no Super Centro do Boqueirão, Fabrícia Marques, confeiteira responsável pela Choco Cau, correu para descobrir plataformas de delivery com uma porcentagem menor do que os quase 30% do iFood.

Era dada a largada numa corrida que deveria durar duas semanas. Mas que, um ano depois, segue sem prazo para acabar.

Descobrir como sobreviver em meio a uma pandemia

Comerciantes de toda a Baixada Santista passaram pelo mesmo desespero.

Em Praia Grande, por exemplo, o Buffet Dona Neide iria expandir os serviços em 2020. O planejamento mal começou a sair do papel e teve que ser adiado. Mais do que isso, os empreendedores precisavam se reinventar – uma vez que os casamentos e outras festas foram cancelados quase simultaneamente.

Quem explica é Carlos Gustavo Yoda, à frente da cozinha.

“Quando começou a pandemia, a Tábua Caiçara já estava em atividade. Já tínhamos a loja virtual e redes sociais ativas, mas ainda não havíamos conseguido colocar energia para divulgar o novo negócio, devido à demanda do buffet”.

juicysantos.com.br - como empreendedores de Santos sobrevivem à pandemia

Com a suspensão das festas, não restou outra alternativa: o serviço de entrega de tábuas de frios se tornou o negócio principal – o único com possibilidade de funcionamento.

Assim como Yoda, Guilherme Brum, um dos sócios do Tasca do Porto, tinha expectativas positivas sobre 2020.

Logo no início de janeiro, o restaurante clássico ganhou um novo endereço – um casarão centenário maior e mais amplo do que o antigo. Alguns clientes nem tiveram a oportunidade de conhecê-lo quando as portas tiveram de ser fechadas.

juiysantos.com.br - como empreendedores de Santos sobrevivem à pandemia

Sem delivery até então, a casa teve que estruturar o serviço de entregas do zero. E, ainda assim, Brum conta, as vendas não eram suficientes para manter o negócio funcionando. Assim nasceu o MAMITASCA, distribuição de marmitas que visava tanto combater a fome quanto garantir os empregos de seus funcionários.

“Toda renda arrecadada com a venda das marmitas (R$ 10) era destinada para manutenção de empregos, custo fixo do restaurante e os insumos”, explica o empresário.

De acordo com o IBGE, nem todos os empreendedores brasileiros conseguiram se reinventar a tempo. Ainda em julho de 2020, eram 716 mil negócios fechados em definitivo. Todas estavam com as atividades suspensas devido à pandemia.

Agir para não fechar

Pelo menos 45% dos donos de pequenos negócios de São Paulo afirmam que vão tomar alguma ação para tentar diminuir os prejuízos com a volta à fase vermelha.

Desde o dia 6 de março, todo o Estado está com restrições ainda mais rígidas dentro do Plano São Paulo. Só podem funcionar atividades essenciais.

Entre as ações citadas pelos empreendedores, estão:

  • intensificar a higiene do ambiente de trabalho (50%);
  • reduzir a mão de obra (40%);
  • reduzir o estoque (29%);
  • suspender as atividades (28%)
  • funcionários em home office (28%);
  • demitir os funcionários (27%);
  • intensificar ou implementar entregas (25%).

A pesquisa “Os pequenos negócios e o coronavírus – Fase vermelha”, realizada pelo Sebrae-SP e divulgada nesta semana, ouviu mais de 1.000 donos de micro e pequenas empresas no início de março.

Segundo o mesmo levantamento, 23% deles disse que vai intensificar o volume de vendas pela internet. E 20% alegam não estar preparados para vender online.

“Alguns obstáculos que identificamos há cerca de um ano, no início da pandemia, ainda persistem, como a falta de preparação para vender pela internet. Em vista disso, temos intensificado nossos esforços para levar capacitação aos empreendedores neste novo período de restrições, como o Juntos por Você, uma maratona de lives e cursos voltados para os negócios online”, diz o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit.

Ser forte não é uma opção, mas uma obrigação

É assim que Tahan define seu último ano. Sem os eventos, responsáveis por boa parte das vendas, a entrega de livros ajudou. Mas, com o passar dos meses e sem perspectivas de melhora, uma nova ação se fez necessária. Nasceu o Clube Realejo, uma ideia que já fermentava havia alguns anos, mas não tinha perspectiva de acontecer.

“Ainda assim, não vou negar, a possibilidade de fechar a livraria às vezes surge como um medo. Mas nunca penso de maneira concreta”.

O medo de Tahan é unânime entre comerciantes e empreendedores.

Leandro Garcia, responsável pelo Tarantino Café, por exemplo, define o momento como uma grande cilada – já que está sem faturamento e nenhum tipo de suporte. Para ele, o problema não é a fase emergencial, que define como necessária, mas sim a ausência de apoio do poder público.

“Eu entendo de café e de empreendedorismo. Sobre medidas sanitárias, só tenho que ouvir os especialistas. Já temos dados, estudos e gráficos suficientes para saber o que funciona e o que não funciona”.

O que continua uma incógnita é como ele e outros pequenos empreendedores ficarão.

A MP 936 – que permitiu a redução de jornadas e a suspensão temporária de contratos em razão do novo coronavírus – venceu em 31 de dezembro e até o momento não foi prorrogada. O que complica a situação sobre o pagamento da equipe neste período de “fase roxa”.

Para além disso, outra reclamação diz respeito ao pagamento de impostos – prorrogado, mas sem qualquer redução. O que Fabrícia define como “está sendo empurrado com a barriga”. 

O que sobra é a simpatia dos clientes e mais e mais adaptações

O público que ia à Realejo semanalmente passou a chamar o Tahan e garantir seus livros em casa – seja através do delivery ou do clube de assinaturas. Numa adesão que o livreiro define como “muito bonita”, mas poderia ser facilmente descrita como a única saída. Para conseguir esse tipo de apoio, adaptações têm sido feitas em negócios por toda cidade.

A espetaria Rota Santista, por exemplo, implementou o conceito de tudo incluso por um preço único. Inclusive no delivery.

juicysantos.com.br - como empreendedores de Santos sobrevivem à pandemia

Já a Choco Cau diminuiu o cardápio e lançou novos tipos de bolos. Além disso, aumentou a presença online.

Yoda, que passou a dedicar 100% de sua atenção à Tábua Caiçara, precisou adaptar o negócio e oferecer opções a partir de duas pessoas e cestas de café da manhã – até então, o foco eram as tábuas para pequenos eventos de, no mínimo, seis pessoas.

Para os próximos meses, todos têm uma série de incertezas e um pedido em comum: a vacinação da população.

Pois, para eles, essa é a única maneira de voltar à rotina. Em Santos, até o momento pouco mais de 16% da população recebeu a imunização contra a COVID-19.

Na fase mais recente, iniciada nesta segunda-feira, idosos a partir de 75 anos podem ir às policlínicas para receberem a primeira dose. Em outras palavras, se o ritmo seguir assim, o desejo dos empreendedores deve demorar para se realizar.

Eles continuarão contando com a apoio de seus clientes e rezando para a conta fechar no fim do mês.

Texto por Victória Silva
Publicado no Juicy Santos


Em 2020 (quase) todo mundo teve um momento masterchef.

Dos pães caseiros até aventuras mais simples, como um bolo de fubá ou o revezamento entre o fogão e as reuniões no Zoom… Não importa. Você provavelmente vai sair desse ano melhor na cozinha e no garfo

*risos*

Apesar disso, uma coisa é fato: preparar ceia de Natal e Ano Novo dá muito mais trabalho. Por isso, muita gente já está nos perguntando nas redes sociais do Juicy Santos.

Onde encomendar ceia de Natal 2020 em Santos?

Se você faz parte dessa galera, chegou o seu momento.

www.juicysantos.com.br - onde encomendar ceia de natal em santos 2020

Como em todos os anos, a gente listou os locais de Santos e região que estão recebendo encomendas para o jantar mais tradicional do ano. Além disso, também levantamos boas opções de panetones e chocotones artesanais, sobremesas e comidas de Ano Novo.

Assim, você resolve tudo de uma vez só, longe do calor da cozinha e apoiando pequenos empreendedores locais. Bora lá?!

Ceia de Natal 2020 em Santos

1. Tábua Caiçara

Quem ama tábua de queijos e frios, provavelmente, já conhece a Tábua Caiçara.

A empresa é especialista em platters, as tábuas gastronômicas, e já está recebendo encomendas tanto para o natal quando para o ano novo. Em resumo, as tábuas vem com:

  • Frios;
  • Antepastos;
  • Castanhas;
  • Frutas e geleias;

E dá para encomendar para famílias pequenas e também para uma galera maior, viu? De acordo com a divulgação, o valor inicial é de R$ 70.  Se acaso tiver algum vegetariano ou vegano na família, pode encomendar sem medo pois também há opções para eles.

As encomendas devem ser feitas até o próximo dia 18, no (13) 99643-8888. Eles entregam em Praia Grande, São Vicente e Santos.

2. Buffet Rosa de Saron

Todos os anos o Rosa de Saron tem ceias de natal para encomenda. Não será diferente em 2020. As famílias podem escolher entre:

  • Ceia pequena (até 10 pessoas);
  • Ceia média (até 15 pessoas);
  • Ceia grande (até 20 pessoas);

Todas têm entrada, prato principal e sobremesa – que variam de acordo com a ceia escolhida. Os valores são, respectivamente, R$ 370, R$ 615 e R$ 695. Para fazer a encomenda é só entrar em contato no (13) 98825-7519.

3. Casa 147

Na cozinha comandada por Maísa Campos é você quem monta a sua ceia. O menu de festas é divido entre:

  • Entradas;
  • Acompanhamentos;
  • Principais;
  • Especiais do ano;
  • Tortas;
  • Sobremesas;

Você pode encomendar tanto a ceia completa quanto apenas aquele prato que não está afim de preparar. Além disso, o restaurante também tem congelados para festas. As encomendas podem ser feitas no  (13) 99677-0147 ou então 3307-6958.

4. Villa Di Pasta

Em Praia Grande, o Villa Di Pasta tem opções de ceia para todos os tamanhos de família. Dá para escolher entre jantar de seis até dezoito pessoas. O menu varia de acordo com o jantar escolhido, mas algumas das opções disponíveis são:

  • Tender;
  • Salpicão;
  • Farofa;
  • Salpicão;

As encomendas devem ser feitas até o próximo dia 22, no (13) 3034-413.

5. Massas Veneza

Na Massas Veneza você não precisa cozinhar e nem buscar a encomenda, pois eles entregam em casa!

As opções do cardápio não foram divulgadas. Para saber quais as delícias disponíveis e fazer a sua encomenda, entre em contato no (13) 99771-7821.

6. Panificadora Roxy

A Roxy, é claro, também já está aceitando encomendas para o final do ano. Lá por lá o esquema é parecido com o da Casa 147, ou seja, você escolhe livremente o que quer entre:

  • Assados;
  • Entradas;
  • Peixes;
  • Guarnições;
  • Sobremesas;

As encomendas para o natal podem ser feitas até o dia 23. Já para o ano novo, a data limite é o dia 30. Se acaso você tiver interesse, o contato é (13) 99721-8612.

7. Empório Villa Borghese

Feitas em parceria com a Enoteca Decanter, as opções da Villa Borghese também são de pratos vendidos individualmente. A diferença é que alguns têm opções de tamanhos tanto para famílias grandes quanto para pequenas. Em resumo, dá para pedir:

  • Sugestões do chef;
  • Acompanhamentos;
  • Massas;
  • Sobremesas;

Entre os pratos estão, por exemplo, salmão assado em crosta, paleta de cordeiro e peito de peru.

Encomendas podem ser feitas no (13) 2104-7575 ou então no 2202-1598

8. Buffet Tutti

Outra casa com delivery da ceia, o Buffet Tutti tem opções de peixes, massas, carnes e acompanhamentos. Também entrega os famosos salgados assados e folhados (em cento) e doces diversos.

Encomendas no (13) 99162-9266.

9. Extra da Ana Costa

O Extra da Ana Costa também aceita encomendas de ceia, tanto para o natal quanto para o ano novo. Os interessados têm até o dia 22 de dezembro, às 18 horas, para garantir a encomenda.

10. La Zapa

Todos os anos, o buffet de Katty Zapata oferece carnes e acompanhamentos para você ter trabalho ZERO durante as festas de fim de ano.

Quer saber mais? Então conheça a história dessa empreendedora aqui.

11. Elo Gastronomia

No ELO Gastronomia, cada opção do cardápio elaborado pelo chef Edu Lascane e sua equipe serve 4 pessoas. As sugestões de entradas são, por exemplo:

  • Salada Especial de Pato (R$ 85);
  • Bacalhau do ELO (R$ 395)
  • Porqueta (R$ 170)
  • Paleta de cordeiro (R$ 240)

O restaurante também tem acompanhamentos 

Ficou com água na boca? Então anota ai: as encomendas para o Natal devem ser feitas até o dia 20 e para o réveillon até dia 27. O telefone é (13) 3322-7007.

Chocotones artesanais e sobremesas

Além de boas comidas, uma ceia precisa de um docinho para ficar completa. Aliás, de um doce e de um chocotone, né? E você também pode encomenda-los em Santos e região.

A gente selecionou algumas confeitarias que fazer sobremesas e chocotones.

Você só precisa entrar em contato para conferir o catálogo e as condições para ter a sua ceia completa:

Você vai preparar a sua ceia? Então deixa a dica de receita infalível para as festas de fim de ano!

Juicy Santos

Além do buffet à vontade, o evento também terá apresentação musical com Absolon Soares e roda de conversa com a nutricionista Verônica Santos.

O cardápio, montado pela Tábua Caiçara, terá por exemplo:

  • Mesa de frios com queijos e embutidos veganos;
  • Castanhas;
  • Frutas frescas e secas;
  • Legumes;
  • Antepastos;
  • Pães e torradas;
  • Saladas de folhas
  • Legumes da época e chia
  • Legumes refogados
  • Yakisoba de espaguete de pupunha;
  • Purê de mandioquinha;
  • Feijão com abóbora;
  • Berinjela à milanesa.

As bebidas e as sobremesas são à parte.